Publicidade

sábado, 5 de julho de 2014

Scarlett Johansson ganha processo contra o autor Gregoire Delacourt

Scarlett Johansson ganhou processo legal contra autor. A atriz  alega que a personagem loira misteriosa do romance The First Thing We Look At, de Gregoire Delacourt, era exatamente sua cópia e a sua equipe de advogados disse à corte em Paris, na França, que o escritor inventou uma série de casos amorosos com outras celebridades, o que é um uso fraudulento de direitos pessoais. As informações são do site do jornal britânico The Sun.
Entretanto, o escritor argumentou que o personagem de Johansson era na verdade uma "homenagem" à sua beleza. "Era para ser o maior elogio. Ela é um arquétipo de beleza da nossa era, muito humana com um toque de fragilidade. Ela é uma atriz maravilhosa e icônica. Eu esperava que ela iria me mandar flores porque este livro, de certa forma, é uma declaração de amor. Se eu soubesse que ela iria reagir dessa maneira, eu teria escolhido outra atriz”, disse.
Entretanto, o advogado de Scarlett disse a corte que o romance a colocou como um "objeto sexual" e que os seus casos amorosos detalhados no livro nunca aconteceram.
A estrela, que está grávida de seu primeiro filho e noiva do jornalista francês Romain Dauriac, solicitou um pedido para que o romance não pudesse ser adaptado ou traduzido, mas o pedido foi descartado pela corte.
Ela também pediu aproximadamente R$ 150 mil em danos morais, mas o juiz determinou que ela recebesse apenas R$ 7,5 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers

Total de visualizações de página